Twitter Facebook

Buscar
 
   
 
 
 

 

 

 

Camara

18/10/2018 - 08:15h

Recesso Parlamentar de Julho é Mantido Pelo Legislativo

Durante a sessão ordinária desta terça-feira, 16, os vereadores rejeitaram, por nove votos contra cinco, e uma abstenção, a extinção do recesso parlamentar que ocorre anualmente de 17 a 31 de julho, proposta por meio do Projeto de Emenda à Lei Orgânica Municipal (LOM) nº 02/2017. Além da LOM, o Regimento Interno da Câmara de Vereadores também prevê a interrupção das atividades legislativas no respectivo período. O texto passará ainda por segunda votação. O projeto foi apresentado em outubro do ano passado por Ivan Martins (PSD) e coassinado por Cleiton Luiz Bittelbrunn (PRP), Deivis da Silva (MDB) - atualmente licenciado e substituído por André Rezini (PPS), Jean Pirola (PP) e Waldir da Silva Neto (DEM) - suplente que à época ocupava a cadeira de Leonardo Schmitz (DEM).---   Na justificativa da proposição, Martins observou que o recesso de julho confere aos vereadores um “período de aproximadamente quinze dias de férias” – para ele, situação desnecessária, haja vista a pausa realizada de 23 de dezembro a 31 de janeiro – “suficiente para garantir o descanso dos edis”, pontuou o autor. Ele destacou ainda que o recesso parlamentar “atrapalha o andamento fluído das matérias, suspendendo prazos e interrompendo discussões importantes”, estando “na contramão do que o povo brusquense espera”.----   A Comissão Especial de Reformulação do Regimento Interno - a qual foi submetida a proposta - emitiu parecer contrário ao texto. O presidente da comissão temporária, Leonardo Schmitz (DEM), reconheceu que “a diminuição do recesso parlamentar, em casas onde esse instituto caracteriza regalia, vem sendo um procedimento moralizador e merecedor do aval popular”, mas ponderou que, “após criteriosa análise, envolvendo inclusive o Observatório Social de Brusque (OSBr), o recesso de julho fica distante de ser um deleite e não provoca nenhuma alteração nas atividades legislativas”.----   O parlamentar também argumentou que “nos dias úteis correspondentes ao recesso, as atividades administrativas do Legislativo continuam normalmente, com o cumprimento de atividades que não são possíveis realizar quando o plenário está em atividade”, como reciclagem de servidores, organização de arquivos e férias. “Do ponto de vista administrativo, no entanto, o fim do recesso, com o desejo de moralizar, poderá se tornar um transtorno para o equacionamento de tarefas de gestão, notadamente em uma estrutura enxuta como a da Câmara de Brusque”, acrescentou Schmitz.----   Martins, por sua vez, defendeu a aprovação da proposta: “Esta é a primeira vez que vejo uma comissão temporária dar parecer a um projeto de lei, atribuição que é das comissões permanentes, por isso, peço que o desconsiderem. Passamos por um momento em que a população exige as mudanças necessárias ao país. O trabalhador brasileiro tem 30 dias de férias, dos quais muitos têm de vender um terço delas, então, muito embora nossa câmara sempre tenha dado exemplo, poderíamos, sim, dar a nossa contribuição, fazendo com que o recesso seja extinto de maneira definitiva. Nada mais justo que atendermos a uma solicitação da comunidade para que deixemos certos privilégios de lado. A aprovação do projeto não traria nenhum prejuízo”.-----   A Comissão de Constituição, Legislação e Redação (CCLR), que analisa a constitucionalidade das propostas antes da deliberação pelo plenário, emitiu parecer pela legalidade do projeto, manifestando, porém, entendimento semelhante ao da Comissão do Regimento sobre o mérito da iniciativa. O presidente da CCLR, Marcos Deichmann (Patriota), corroborou com a argumentação de Schmitz: “O recesso parlamentar pode ser considerado um benefício só se for para que os serviços administrativos da casa sejam atualizados. Fizemos reuniões com servidores e o diretor da Câmara a respeito das consequências que o fim do recesso acarretaria para os serviços internos. São duas sessões que deixam de acontecer e, se houver matérias urgentes, o presidente pode solicitar sessão extraordinária, pela qual não recebemos”.----   Deichmann observou que o assunto esteve em pauta numa reunião promovida pela CCLR junto a representantes do OSBr, para a qual foram convidadas também a Associação Empresarial de Brusque (Acibr) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). A princípio defensor do fim do recesso, o observatório mudou de entendimento, conforme comunicado lido pelo vereador na tribuna.-----   O debate sobre o projeto também levou à tribuna os vereadores Jean Pirola (PP), Alessandro Simas (PSD), Ana Helena Boos (PP), André Rezini (PPS), Paulinho Sestrem (PRP), José Zancanaro (PSB) e Celso Carlos Emydio da Silva (DEM).----   Votaram pela manutenção do recesso de julho (contrários o projeto): --- Alessandro Simas (PSD), Joaquim Costa, o Manico (MDB), Ana Helena Boos (PP), Marcos Deichmann (Patriota), Gerson Luís Morelli, o Keka (PSB), Paulinho Sestrem (PRP), Roberto Carlos Marques (PSDB, suplente de Sebastião Lima), Celso Carlos Emydio da Silva (DEM) e Leonardo Schmitz (DEM).----   Votaram pelo fim do recesso de julho (favoráveis ao projeto): Cleiton Luiz Bittelbrunn (PRP), José Zancanaro (PSD), André Rezini (PPS), Ivan Martins (PSD) e Jean Pirola (PP).---   Absteve-se: Keila Taise Kühn (PT, suplente de Claudemir Duarte, o Tuta)....*Assessoria

 

 

 

 
 
 
 
 
 

Notícias

Abastecimento

Acidentes

Administração

Alimentos

Anunciantes

Anuncios

Arte

Assitencia Social

Aventura

Bombeiros

Camara

Câmara Federal e Senado

Campo

Capacitação

Cidadania

Cidadania

Cidades

Ciência

Clima/tempo

Coisas da Vida

Coluna

Comendas

Comercio

Comportamento

Comportamento

Comunicação

Comunicado

Comunidade

Congresso Nacional

Conhecimento

Consumidor

Corrupção

Crime

Cultura

Curiosidades

Datas

Desastres

Desenvolvimento

Destaques

Drogas

Ecologia

Economia

Educação

Eleições 2016

Emergencia

Energia

Ensino

Entidades

Entretenimento

Espaço do Leitor

Esportes

Estradas

Eventos

Família

Fenarreco

Festas

Forças Armadas

Gente

Governo

Habitação

Imprensa

Intercâmbio

Internacional

Investigação

Investimentos

Jogos

Jornal

Judiciário

Justiça

Lava Jato

Lazer

Legislação

Legislativo

Legislativo Guabiruba

Manifestações

Medicina

Meio Ambiente

Melhorias Urbanas

Mensagem

Moções

Mundo

Natal

Natureza em Foco

Obras Publicas

Ocorrencias

Opinião

Parcerias

Partidos

Perigo

Planejamento Urbano

Policia

Política

Previdência

Prisões

Produtos

Profissões

Publicidade

Resgate

Roubo

Saúde

Saúde Públca

Segurança

Sensibilidade

Serviço

Serviços Públicos

Sindicatos

Sinistros

Sociais

Solidariedade

Tecnologia

Tempo

Trabalhista

Trabalho

Transito

Transito

Treinamento

Tributos

Turismo

Utilidade Publica

Vida

Zoobotanico

 
 
Copyright © 2010 - Todos os direitos reservados para Brusque Notícias Desenvolvido por Imoveisdebrusque.com.br