Twitter Facebook

Buscar
 
   
 
 
 

 

 

 

Camara

02/11/2018 - 09:05h

Vereadores Aprovam Aumento de Vencimentos Para Servidores do Sama

Em sessão ordinária realizada nesta terça-feira, 30, a Câmara Municipal de Brusque aprovou, em primeira discussão e votação, o aumento dos vencimentos dos cargos de motorista, operador de máquinas e mecânico do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). A proposta foi apresentada pelo Poder Executivo no Projeto de Lei Complementar 4/2018, em atendimento a uma reivindicação do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinseb), constante da pauta de negociação coletiva de 2018.----   O prefeito Jonas Oscar Paegle (PSB) explica, em mensagem encaminhada ao Legislativo, que os ocupantes dos cargos de motorista, operador de máquinas e mecânico da autarquia recebem salários inferiores aos de servidores lotados em cargos semelhantes nos órgãos da administração direta - ainda que sejam contemplados com uma gratificação instituída em 2013 para corrigir essa distorção. Essa gratificação, atualmente, é considerada ineficaz, “uma vez que sobre ela não incidem as vantagens permanentes previstas no Estatuto do Servidor e no Plano de Cargos e Carreiras, nem enseja efeitos para fins de benefícios previdenciários”.----   Para possibilitar a necessária equiparação de vencimentos, o PLC 4/2018 promove alterações no Plano de Cargos e Carreiras do Poder Executivo, suas autarquias (caso do Samae) e fundações. Entre as mudanças, está a criação de nova categoria no Quadro Permanente de Pessoal, para a qual foram transferidos os cargos abrangidos pelo projeto e onde constam as faixas de vencimento a que passam a estar vinculados.----   Responsabilidade fiscal:---   No parecer conjunto emitido pelas comissões de Constituição, Legislação e Redação (CCLR); Finanças, Orçamento e Fiscalização Financeira (CFOFF) e Serviços Públicos (CSP), o relator da matéria na Câmara, vereador Jean Pirola (PP), observa que, em relação às possíveis consequências que o projeto acarretaria ao cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, “o prefeito apresentou documentos extraídos do sistema de contabilidade, com a finalidade de demonstrar o impacto orçamentário decorrente da aprovação da proposta” e que o presidente do Samae, Roberto Bolognini, responsável por ordenar a despesa, também se manifestou, em declaração, favoravelmente à aprovação do texto - muito embora o município tenha extrapolado o limite prudencial de gastos com pessoal estabelecidos pela legislação.----   “Aplicar a mesma faixa salarial em relação aos mesmos cargos constitui medida de justiça”, conclui o parecer, coassinado pelos vereadores André Rezini (PPS) e Leonardo Schmitz (DEM).----   Justiça e direito:---   Na tribuna, o vereador Ivan Martins (PSD) ressaltou que o PLC 4/2018 não promove exatamente um aumento salarial para motoristas, operadores de máquinas e mecânicos, na medida em que as gratificações a que hoje eles têm direito serão extintas e esses valores, incorporados aos seus vencimentos. “Já estamos cansados de aprovar projetos para corrigir injustiças, como esta da concessão de gratificações, cometida em 2013. Naquela época, quando o prefeito [Paulo Eccel] deu aumento aos servidores da prefeitura, os servidores do Samae ficaram de fora”, disse o parlamentar, reconhecendo o protagonismo do Sinseb na reivindicação. “A prefeitura, mais uma vez, cumpriu com o que acordou junto ao sindicato, que foi o compromisso assumido na data-base, de elaborar o projeto e regularizar essa situação, mesmo diante das dificuldades”, completou Alessandro Simas (PSD), líder do governo na Câmara.----   A quebra do regime de urgência na tramitação do projeto, requerida por Jean Pirola e aprovada pelo plenário, deveu-se particularmente às preocupações do Legislativo para com o respeito do município à Lei de Responsabilidade Fiscal, conforme reforçou o presidente da casa, vereador Celso Carlos Emydio da Silva.----   Dr. Celso (DEM). “Mas a Câmara e suas comissões se cercaram de documentos para arcar com essa responsabilidade”, disse. “Compromisso assumido, com certeza, deve ser cumprido, e o Executivo agora o cumpre. Se olharmos do ponto de vista isonômico, este projeto vem criar um parâmetro justo”. O PLC 4/2018 precisa ainda passar por segunda discussão e votação do plenário da Câmara. Em caso de aprovação, segue para a sanção do prefeito.---*Assessoria    

 

 

 

 
 
 
 
 
 

Notícias

Abastecimento

Acidentes

Administração

Alimentos

Anunciantes

Anuncios

Arte

Assitencia Social

Aventura

Bombeiros

Camara

Câmara Federal e Senado

Campo

Capacitação

Cidadania

Cidadania

Cidades

Ciência

Clima/tempo

Coisas da Vida

Coluna

Comendas

Comercio

Comportamento

Comportamento

Comunicação

Comunicado

Comunidade

Congresso Nacional

Conhecimento

Consumidor

Corrupção

Crime

Cultura

Curiosidades

Datas

Desastres

Desenvolvimento

Destaques

Drogas

Ecologia

Economia

Educação

Eleições 2016

Emergencia

Energia

Ensino

Entidades

Entretenimento

Espaço do Leitor

Esportes

Estradas

Eventos

Família

Fenarreco

Festas

Forças Armadas

Gente

Governo

Habitação

Imprensa

Intercâmbio

Internacional

Investigação

Investimentos

Jogos

Jornal

Judiciário

Justiça

Lava Jato

Lazer

Legislação

Legislativo

Legislativo Guabiruba

Manifestações

Medicina

Meio Ambiente

Melhorias Urbanas

Mensagem

Moções

Mundo

Natal

Natureza em Foco

Obras Publicas

Ocorrencias

Opinião

Parcerias

Partidos

Perigo

Planejamento Urbano

Policia

Política

Previdência

Prisões

Produtos

Profissões

Publicidade

Resgate

Roubo

Saúde

Saúde Públca

Segurança

Sensibilidade

Serviço

Serviços Públicos

Sindicatos

Sinistros

Sociais

Solidariedade

Tecnologia

Tempo

Trabalhista

Trabalho

Transito

Transito

Treinamento

Tributos

Turismo

Utilidade Publica

Vida

Zoobotanico

 
 
Copyright © 2010 - Todos os direitos reservados para Brusque Notícias Desenvolvido por Imoveisdebrusque.com.br