Twitter Facebook

Buscar
 
   
 
 
 

 

 

 

Camara

06/11/2018 - 16:10h

José Zancanaro Contextualiza Fatos Envolvendo o Fim do Ensino Médio na Escola João Hassmann

Em pronunciamento durante a sessão ordinária da última terça-feira, 30, o vereador José Zancanaro (PSB) comentou o anúncio feito pela Prefeitura, na semana anterior, sobre o fim do Ensino Médio na Escola de Educação Básica João Hassmann, no bairro Guarani.-----   “Fui secretário [de Educação] por duas vezes e esse assunto sempre foi muito discutido. Da última vez, até intermediamos junto ao governo estadual, buscando uma solução para que permanecesse o [Ensino Médio] na João Hassmann, mantido pelo Estado, pois sabíamos que isso estava para acontecer”, disse o parlamentar.----   A proposta apresentada na ocasião, contou Zancanaro, não foi aceita pelo governo de Santa Catarina. “A Secretaria da Educação de Brusque tem registrado o expediente do então secretário da pasta estadual, Eduardo Deschamps, colocando-se à disposição para remanejar os alunos de escola, mas sem demonstração de interesse em manter o Ensino Médio no Guarani”.----   Na avaliação do vereador, ainda que o atual governo do Estado concordasse em bancar as aulas - que por lei são de responsabilidade estadual - no espaço cedido pela prefeitura, essa seria uma medida paliativa - “porque até 2020, 50% do Ensino Médio terá de ser integral e quando esse regime passar a vigorar, vai faltar espaço físico, e o Estado não vai querer investir naquilo que não é dele”.-----   Para atender à nova realidade, acrescentou, “o Estado terá que partir para ampliações, contratações e concursos públicos, além de investir na formação de profissionais, pois os estudantes deverão sair da escola aptos para o mercado de trabalho, com alguma especialização” – fator que, na prática, inevitavelmente forçará o remanejo de alunos entre as unidades escolares estaduais localizadas no município.-----   “Isso é o que determina a Base Nacional Comum Curricular. Como o governo [federal] vai mudar, podem mudar os rumos, entrar um novo ministro da Educação, com novos entendimentos, mas o que existe na legislação, hoje, é isso”, complementou.----   Zancanaro lembrou ainda que, até 2024, ao menos 50% dos educandários municipais deverão funcionar em período integral. “Para isso, serão necessárias ampliações para comportar o Ensino Fundamental, inclusive na João Hassmann”, argumentou o orador, seguido da concordância, em aparte, do líder do governo na Câmara, vereador Alessandro Simas (PSD).----*Assessoria

 

 

 

 
 
 
 
 
 

Notícias

Abastecimento

Acidentes

Administração

Alimentos

Anunciantes

Anuncios

Arte

Assitencia Social

Aventura

Bombeiros

Camara

Câmara Federal e Senado

Campo

Capacitação

Cidadania

Cidadania

Cidades

Ciência

Clima/tempo

Coisas da Vida

Coluna

Comendas

Comercio

Comportamento

Comportamento

Comunicação

Comunicado

Comunidade

Congresso Nacional

Conhecimento

Consumidor

Corrupção

Crime

Cultura

Curiosidades

Datas

Desastres

Desenvolvimento

Destaques

Drogas

Ecologia

Economia

Educação

Eleições 2016

Emergencia

Energia

Ensino

Entidades

Entretenimento

Espaço do Leitor

Esportes

Estradas

Eventos

Família

Fenarreco

Festas

Forças Armadas

Gente

Governo

Habitação

Imprensa

Intercâmbio

Internacional

Investigação

Investimentos

Jogos

Jornal

Judiciário

Justiça

Lava Jato

Lazer

Legislação

Legislativo

Legislativo Guabiruba

Manifestações

Medicina

Meio Ambiente

Melhorias Urbanas

Mensagem

Moções

Mundo

Natal

Natureza em Foco

Obras Publicas

Ocorrencias

Opinião

Parcerias

Partidos

Perigo

Planejamento Urbano

Policia

Política

Previdência

Prisões

Produtos

Profissões

Publicidade

Resgate

Roubo

Saúde

Saúde Públca

Segurança

Sensibilidade

Serviço

Serviços Públicos

Sindicatos

Sinistros

Sociais

Solidariedade

Tecnologia

Tempo

Trabalhista

Trabalho

Transito

Transito

Treinamento

Tributos

Turismo

Utilidade Publica

Vida

Zoobotanico

 
 
Copyright © 2010 - Todos os direitos reservados para Brusque Notícias Desenvolvido por Imoveisdebrusque.com.br