Twitter Facebook

Buscar
 
   
 
 
 

 

 

 

Camara

13/03/2019 - 16:41h

José Zancanaro se Manifesta Sobre Processo Judicial a Que Responde

Durante a sessão ordinária desta terça-feira, 12 de março, o presidente da Câmara Municipal, José Zancanaro (PSB), fez esclarecimentos a respeito do processo judicial pelo qual responde, referente ao período em que ocupava a cadeira de secretário na Secretaria de Educação do município, em 2017. O vereador destacou que, durante grande parte de sua vida, exerceu cargos eletivos na administração pública. “Sempre perquiri o interesse público, buscando priorizar o bom andamento das atividades educacionais em nossa cidade. Vários ganhos foram registrados em minha atuação perante a Secretaria de Educação. Sempre pautei minha conduta pelos princípios da legalidade e moralidade pública”, disse, ao declarar inconformismo com as manifestações púbicas de pré-julgamentos que enfrenta. “Tenho plena convicção de minha inocência, no que diz respeito aos fatos articulados neste processo. Não tenho responsabilidade alguma que possa resultar em penalidades à minha pessoa, ao contrário do que foi propagado. Buscaremos comprovar isso em grau de recurso, junto ao Ministério Público de Santa Catarina [ MP-SC]”, frisou Zancanaro. Nota da Prefeitura Municipal O presidente lamentou e classificou como “tentativa de desvirtuar a responsabilidade quando não lhe é politicamente favorável”, a Nota oficial referente ao caso, divulgada pela Prefeitura Municipal e publicada no Jornal O Município, em 5 de março. Na posição de secretário de Educação, o vereador defendeu que “não tinha poder de determinar o pagamento e, muitos menos, a ascendência sobre a funcionária responsável pelo pagamento”. Na declaração, Zancanaro pontuou que sua intenção não é gerar um impasse entre o Poder Legislativo e o Poder Executivo. “Quero apenas deixar claro, publicamente, que estes fatos serão oportunamente decididos no julgamento final do caso e, tenho certeza, serão revertidos”, disse. “Quero repudiar a tentativa de se querer manipular a opinião pública a fim de desmoralizar a minha imagem. Reafirmamos que somos inocentes, injustiçados e iremos recorrer ao MP-SC. Até o momento, ainda não fomos notificados”, encerrou o parlamentar.....*Assessoria

 

 

 

 
 
 
 
 
 

Notícias

Abastecimento

Acidentes

Administração

Alimentos

Anunciantes

Anuncios

Arte

Assitencia Social

Aventura

Bombeiros

Brasil

Camara

Câmara Federal e Senado

Campo

Capacitação

Cidadania

Cidadania

Cidades

Ciência

Clima/tempo

Coisas da Vida

Coluna

Comendas

Comercio

Comportamento

Comportamento

Comunicação

Comunicado

Comunidade

Congresso Nacional

Conhecimento

Consumidor

Corrupção

Crime

Cultura

Curiosidades

Datas

Defesa Civil

Desastres

Desenvolvimento

Destaques

Dicas

Drogas

Ecologia

Economia

Educação

Eleições 2016

Emergencia

Energia

Ensino

Entidades

Entretenimento

Espaço do Leitor

Esportes

Estradas

Eventos

Falecimento

Família

Fenarreco

Festas

Forças Armadas

Gente

Gente Famosa

Governo

Habitação

Imprensa

Informe

Infraestrutura/mobilidade

Intercâmbio

Internacional

Investigação

Investimentos

Jogos

Jornal

Jornalismo

Judiciário

Justiça

Lava Jato

Lazer

Legislação

Legislativo

Legislativo Guabiruba

Manifestações

Medicina

Meio Ambiente

Melhorias Urbanas

Mensagem

Mobilidade

Moções

Mundo

Natal

Natureza em Foco

Obras Publicas

Ocorrencias

Opinião

Parcerias

Partidos

Perigo

Pesquisas

Planejamento Urbano

Policia

Política

Previdência

Prisões

Produtos

Profissões

Publicidade

Resgate

Retrospectiva 2011

Roubo

Samae

Saúde

Saúde Públca

Segurança

Sensibilidade

Serviço

Serviços Públicos

Sindicatos

Sinistros

Sociais

Solidariedade

Tecnologia

Tempo

Terror

Trabalhista

Trabalho

Transito

Transito

Treinamento

Tributos

Turismo

Utilidade Publica

Vida

Zoobotanico

 
 
Copyright © 2010 - Todos os direitos reservados para Brusque Notícias Desenvolvido por Imoveisdebrusque.com.br