Twitter Facebook

Buscar
 
   
 
 
 

 

 

 

Camara

08/08/2019 - 16:40h

Tuta Duarte Solicita Estratégia da Administração Municipal Para Solucionar Situação de Moradores de Rua

Em pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira, 6 de agosto, o vereador Claudemir Duarte, o Tuta (PT), deu continuidade à discussão acerca do aumento do número de moradores de rua na cidade de Brusque, tópico levantado pelo vereador Paulinho Sestrem (PP) no plenário.-------------   Como alternativa de apoio a essas pessoas, Tuta solicitou a continuidade do Albergue Municipal. Ele ainda sugeriu a criação de uma espécie de comissão, com membros do Poder Executivo, do Poder Legislativo e outras instituições, para definição de uma estratégia de resolução do problema. “Não é uma coisa simples que vai ser resolvida em uma sala da Prefeitura e nem sozinha pela [Escola Missionária] Fazenda Canaã”, pontuou. Ao utilizar como exemplo as cidades de Balneário Camboriú e Itajaí, ele defendeu fiscalização intensa e diária do poder público nas ruas.---------------   “E o trabalho de suporte que a administração disse que daria à Canaã? ”, indagou o vereador. Na avaliação de Tuta, dois tipos de abordagens são importantes. Por um lado, as casas de apoio e por outro, a Assistência Social do município que, segundo o orador, deve monitorar a situação com frequência: “Deve pedir os documentos [aos moradores de rua], saber de onde vem e o que estão fazendo aqui”.-------------------   Em aparte, Paulinho Sestrem (Patriota) demonstrou alinhamento com os comentários de Tuta e reiterou a necessidade de monitoramento diário dos moradores de rua, para que se sintam, de fato, cobrados, argumentou. Sestrem ainda destacou que em instituições de apoio como a Canaã e outras existentes em Brusque, “as pessoas recebem alimento espiritual, o que falta muito a esse pessoal”.-------------------   Alessandro Simas (PSD), também em aparte, pontuou que há cerca de 20 profissionais na administração municipal envolvidas na resolução do problema, entre assistentes sociais, psicólogos e equipes de abordagem. Simas salientou o alto gasto público direcionado à questão: “Hoje, não há mais condições. Temos que achar uma força tarefa maior para fazer alguma coisa”. ------*Assessoria

 

 

 

 
 
 
 
 
 

Notícias

Abastecimento

Acidentes

Aconteceu

Administração

Alimentos

Anunciantes

Anuncios

Arte

Assitencia Social

Aventura

Bombeiros

Brasil

Camara

Câmara Federal e Senado

Campo

Capacitação

Cidadania

Cidadania

Cidades

Ciência

Clima/tempo

Coisas da Vida

Coluna

Comendas

Comercio

Comportamento

Comportamento

Comunicação

Comunicado

Comunidade

Congresso Nacional

Conhecimento

Consumidor

Corrupção

Crime

Cultura

Curiosidades

Datas

Defesa Civil

Desastres

Desenvolvimento

Destaques

Dicas

Drogas

Ecologia

Economia

Educação

Eleições 2016

Emergencia

Energia

Ensino

Entidades

Entretenimento

Espaço do Leitor

Esportes

Estradas

Eventos

Falecimento

Família

Fenarreco

Festas

Forças Armadas

Gente

Gente Famosa

Governo

Habitação

Imprensa

Informe

Infraestrutura/mobilidade

Intercâmbio

Internacional

Investigação

Investimentos

Jogos

Jornal

Jornalismo

Judiciário

Justiça

Lava Jato

Lazer

Legislação

Legislativo

Legislativo Guabiruba

Manifestações

Medicina

Meio Ambiente

Melhorias Urbanas

Mensagem

Mercado

Mobilidade

Moções

Mundo

Natal

Natureza em Foco

Obras Publicas

Ocorrencias

Opinião

Parcerias

Partidos

Perigo

Pesquisas

Planejamento Urbano

Policia

Política

Previdência

Prisões

Produtos

Profissões

Publicidade

Resgate

Retrospectiva 2011

Roubo

Samae

Saúde

Saúde Públca

Segurança

Sensibilidade

Serviço

Serviços Públicos

Sindicatos

Sinistros

Sociais

Solidariedade

Tecnologia

Tempo

Terror

Trabalhista

Trabalho

Transito

Transito

Treinamento

Tributos

Turismo

Utilidade Publica

Vida

Zoobotanico

 
 
Copyright © 2010 - Todos os direitos reservados para Brusque Notícias Desenvolvido por Imoveisdebrusque.com.br