Twitter Facebook

Buscar
 
   
 
 
 

 

 

 

Camara

03/10/2019 - 12:00h

Câmara Derruba Veto a pl Que Autoriza Ligações de Água em Vias Consolidadas Ainda Não Oficiais

Vereadores derrubaram nesta terça-feira, 1º de outubro, com 14 votos e uma abstenção, o veto total do prefeito Jonas Oscar Paegle (PSB) ao Projeto de Lei Ordinária 17/2019, que autoriza o atendimento a “requisições de ligação de água em qualquer edificação, inclusive as localizadas em logradouros públicos sem denominação oficial ou domínio público, quando tratar-se de situação já consolidada”. O plenário da Câmara havia aprovado a proposta, de autoria do vereador Ivan Martins (PSD), em duas votações, realizadas nos meses de julho e agosto.--------------   Em mensagem encaminhada à casa legislativa, o prefeito discorre sobre as razões de sua decisão. Primeiro, ele alega que o objeto do PL já se encontra abrangido pelo Decreto Municipal 5.792/2007, que regulamenta a atuação do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). “A previsão do decreto envolve logradouros públicos [...] em toda e qualquer área devidamente legalizada”, destaca o texto. Na avaliação do Executivo, o projeto seria “redundante e ineficaz”.----------------   “Pretender que o Samae seja compelido a realizar ligações de água em logradouros não públicos, ou seja, sem denominação oficial, ou ausentes de domínio público, por simplesmente se tratar de situação já consolidada, é pretender impor ônus à administração indireta do município, sem amparo legal”, prossegue a mensagem. O PL, na interpretação do Executivo, acabaria “por incentivar construções e usos irregulares” ao retirar “um empecilho que freia irregularidades assentadas ou em assentamento”.---------------------   Presidente da Comissão de Constituição, Legislação e Redação (CCLR), que emitiu parecer contrário ao veto, Jean Pirola (PP) rebateu na tribuna a argumentação apresentada pela Prefeitura: “O projeto, aprovado por unanimidade nesta casa, não traz nenhum tipo de custo ao Samae, porque ele já implanta a rede e faz a ligação de pontos de água”, disse.-----------------   “Dizer que o projeto traria prejuízos financeiros à autarquia e, além disso, prejudicaria o município com o aumento da clandestinidade de construções, já está mexendo com outro setor, porque o Samae não é responsável pela fiscalização de obras e loteamentos irregulares”, salientou. “Também não é culpa do cidadão, que às vezes está há anos discutindo a regularidade de um imóvel, e a Prefeitura nada faz para resolver a situação”. Feitas as críticas, Pirola pediu aos demais vereadores pela rejeição do veto.----------------------   Na mesma linha, Ivan Martins se pronunciou em seguida: “Esse projeto foi amplamente analisado pelas comissões [a CCLR e a Comissão de Serviços Públicos], obteve pareceres favoráveis e foi aprovado por unanimidade”, afirmou. “Que ônus isso vai trazer ao município? Nós temos ruas oficiais, denominadas, e as numeradas, ainda não oficiais. Para a denominação, são exigidos ao menos três requisitos, como ter instaladas as redes de água, elétrica, o esgoto, a pavimentação, o meio fio, enfim. Como é que uma rua que já tem possibilidade de ser denominada irá fazê-lo se não tem como colocar a rede de água porque a lei não permite que o cidadão faça a sua ligação?”, questionou. “Isso nos deixa indignados. Essas colocações parecem achar que somos bobos”.--------------------   Martins também rechaçou o entendimento do Executivo de que o projeto seria inconstitucional por “vício de origem” - que significa a elaboração e proposição da matéria pelo poder - neste caso, o Legislativo - errado. O parlamentar lembrou que, antes da deliberação do plenário, o PL havia sido submetido à análise do Samae e da Agência Intermunicipal de Regulação do Médio Vale do Itajaí (AGIR), e que ambos não se opuseram à proposição. “Claro que a legislação já autoriza a implantação da rede de água em vias públicas, mas estamos incluindo as áreas já consolidadas, e é isso que não querem aceitar. Área consolidada é uma situação que não muda mais, como uma rua que, mesmo não sendo oficial, é utilizada pela população. Queremos que a Prefeitura preste este serviço às pessoas que moram nessas regiões”, defendeu. O vereador lembrou que o Samae poderá indeferir pedidos caso identifique situações de risco ou inviabilidade técnica.---------------   Relator do projeto na CCLR, Marcos Deichmann (PATRI) declarou que, inicialmente, seu parecer seria contrário à iniciativa, mas as reuniões feitas entre vereadores, Samae e demais órgãos e entidades o fizeram mudar de posicionamento. Ele frisou que a proposta confere respaldo legal à atuação do Samae e evita a penalização da autarquia. Deichmann reforçou as colocações de Martins e Pirola a favor do PL, especialmente no tocante à fiscalização de obras pela Prefeitura em âmbito municipal.--------------   Na continuidade da discussão, manifestaram-se Claudemir Duarte, o Tuta (PT), Alessandro Simas (PSD), líder do governo no Legislativo, André Rezini (CIDA) e Paulinho Sestrem (PATRI), todos com pontos de vista semelhantes aos dos oradores que os antecederam. A única abstenção registrada foi a de Simas. Derrubado o veto, o próximo passo será a promulgação e a publicação da lei pela Câmara Municipal.----*Assessoria  

 

 

 

 
 
 
 
 
 

Notícias

Abastecimento

Acidentes

Aconteceu

Administração

Alimentos

Anunciantes

Anuncios

Arte

Assitencia Social

Aventura

Bombeiros

Brasil

Camara

Câmara Federal e Senado

Campo

Capacitação

Cidadania

Cidadania

Cidades

Ciência

Clima/tempo

Coisas da Vida

Coluna

Comendas

Comercio

Comportamento

Comportamento

Comunicação

Comunicado

Comunidade

Congresso Nacional

Conhecimento

Consumidor

Corrupção

Crime

Cultura

Curiosidades

Datas

Defesa Civil

Desastres

Desenvolvimento

Destaques

Dicas

Drogas

Ecologia

Economia

Educação

Eleições 2016

Emergencia

Energia

Ensino

Entidades

Entretenimento

Espaço do Leitor

Esportes

Estradas

Eventos

Falecimento

Família

Fenarreco

Festas

Forças Armadas

Gente

Gente Famosa

Governo

Habitação

Imprensa

Informe

Infraestrutura/mobilidade

Intercâmbio

Internacional

Investigação

Investimentos

Jogos

Jornal

Jornalismo

Judiciário

Justiça

Lava Jato

Lazer

Legislação

Legislativo

Legislativo Guabiruba

Manifestações

Medicina

Meio Ambiente

Melhorias Urbanas

Mensagem

Mercado

Mobilidade

Moções

Mundo

Natal

Natureza em Foco

Obras Publicas

Ocorrencias

Opinião

Parcerias

Partidos

Perigo

Pesquisas

Planejamento Urbano

Policia

Política

Previdência

Prisões

Produtos

Profissões

Publicidade

Resgate

Retrospectiva 2011

Roubo

Samae

Saúde

Saúde Públca

Segurança

Sensibilidade

Serviço

Serviços Públicos

Sindicatos

Sinistros

Sociais

Solidariedade

Tecnologia

Tempo

Terror

Trabalhista

Trabalho

Transito

Transito

Treinamento

Tributos

Turismo

Utilidade Publica

Vida

Zoobotanico

 
 
Copyright © 2010 - Todos os direitos reservados para Brusque Notícias Desenvolvido por Imoveisdebrusque.com.br