Twitter Facebook

Buscar
 
   
 
 
 

 

 

 

Camara

12/06/2020 - 10:40h

Aprovado o Redirecionamento de r$ 19,2 Milhões do Rçamento Para Atender a Necessidades do Samae

  A Câmara de Vereadores permitiu à Prefeitura de Brusque remanejar R$ 19,2 milhões do orçamento do município para atender a demandas do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). A transação - objeto do Projeto de Lei Ordinária 18/2020, do Poder Executivo - recebeu oito votos favoráveis, cinco votos contrários e uma abstenção durante a sessão virtual realizada pelo Legislativo nesta terça-feira, 9 de junho. Como tramitava em regime de urgência, a proposta foi deliberada em única discussão e votação.----------------   Em mensagem, o diretor presidente do Samae, Dejair Machado, apontou como justificativas para o projeto investimentos necessários à ampliação da capacidade de tratamento de água na localidade da Cristalina, a aquisição de um terreno e a manutenção de serviços da autarquia, bem como o cumprimento das metas estabelecidas no Plano Plurianual para 2020.--------------   Informações da Prefeitura indicam que a primeira etapa da construção da Estação de Tratamento da Cristalina custará aproximadamente R$ 8,3 milhões, e a fiscalização desta obra, em torno de R$ 1,1 milhão. O terreno para acesso à ETA está avaliado em R$ 420 mil. O Samae também pretende aplicar R$ 4,3 milhões em tratamento de lodo na ETA Central e outros R$ 249,8 mil nas subestações dos bairros Bateas, Volta Grande, Dom Joaquim e Centro. Os recursos, ainda segundo a Prefeitura, são oriundos do superávit financeiro do ano de 2019.---------------------   Parlamentares do grupo de oposição ao governo municipal - responsável pelos cinco votos de rejeição à matéria -, protestaram pelo fato do presidente Ivan Martins (DEM) ter se recusado a receber uma emenda substitutiva apresentada ao texto com a finalidade de reduzir a quantia previamente estipulada para os serviços de fiscalização da obra e a extinguir a previsão de R$ 260 mil a serem empregados em campanhas publicitárias oficiais de conscientização sobre a importância de economizar água.----------   Líder da oposição e autor da emenda, Marcos Deichmann (Patri) discordou de que a proposição estaria em desacordo com os parágrafos 2º e 4º, do artigo 57 do Regimento Interno da casa legislativa, conforme alegado pelo presidente. “O projeto foi feito no dia 12 de maio e entregue à Câmara no dia 13 [do mesmo mês]. O prazo do regime de urgência é de 30 dias, então, não entendi o porquê da retirada. [Há] inclusive vários indícios de irregularidades, como R$ 1,1 milhão só para a fiscalização da terraplanagem, o que acho um pouco absurdo, além do valor da terraplanagem ser de R$ 8,3 milhões”, afirmou Deichmann.---------   “Existe uma portaria do sindicato de engenharia de Santa Catarina que diz que o valor destinado à fiscalização varia de 4% a 8% do valor da obra. Como a obra é de R$ 8,3 milhões, coloquei na emenda 8% disso, ou seja, mais ou menos R$ 666 mil”, prosseguiu o patriota. “Outra questão foi a retirada dos R$ 260 mil destinados à publicidade, pois isso pode ser mandado na fatura de água, podem ser utilizados os sites da Prefeitura e do Samae, o Instagram, o Facebook e todos os meios de comunicação sem custo nenhum”, acrescentou.------------   Sebastião Alexandre I. de Lima, o Dr. Lima (PL), relator da matéria e presidente das comissões em conjunto de Constituição, Legislação e Redação (CCLR) e de Finanças, Orçamento e Fiscalização Financeira (CFOFF), também se manifestou: “Apesar do parecer [das comissões] ter sido favorável, foram levantadas diversas dúvidas com relação à fiscalização dos R$ 1,1 milhão e uma das preocupações é de que essa obra, até ser iniciada, já estaremos quase no final do ano ou talvez até no próximo mandato”, disse.--------------   Por sua vez, Ivan Martins manteve o posicionamento inicial pelo não recebimento da emenda e alertou Deichmann sobre a possibilidade do vereador recorrer da decisão da presidência se assim o quiser, respeitados os dispositivos regimentais. “Isso é muito sério, esses pontos levantados pelo vereador [Deichmann]. O encaminhamento [da emenda] para a comissão só traria mais segurança para os edis e transparência para a população”, escreveu Paulinho Sestrem (Republicanos). ******Assessoria      

 

 

 

 
 
 
 
 
 

Notícias

Abastecimento

Acidentes

Aconteceu

Administração

Alimentos

Anunciantes

Anuncios

Arte

Assitencia Social

Aventura

Bombeiros

Brasil

Camara

Câmara Federal e Senado

Campo

Capacitação

Cidadania

Cidadania

Cidades

Ciência

Clima/tempo

Coisas da Vida

Coluna

Comendas

Comercio

Comportamento

Comportamento

Comunicação

Comunicado

Comunidade

Congresso Nacional

Conhecimento

Consumidor

Corrupção

Covid-19

Crime

Cultura

Curiosidades

Datas

Defesa Civil

Desastres

Desenvolvimento

Destaques

Dicas

Diplomacia

Drogas

Ecologia

Economia

Educação

Eleições 2016

Emergencia

Energia

Ensino

Entidades

Entretenimento

Espaço do Leitor

Esportes

Estradas

Eventos

Fake News

Falecimento

Família

Fenarreco

Festas

Forças Armadas

Gente

Gente

Gente Famosa

Governo

Habitação

História

Imprensa

Informe

Infraestrutura/mobilidade

Intercâmbio

Internacional

Investigação

Investimentos

Jogos

Jornal

Jornalismo

Judiciário

Justiça

Lava Jato

Lazer

Legislação

Legislativo

Legislativo Guabiruba

Manifestações

Medicina

Meio Ambiente

Melhorias Urbanas

Mensagem

Mercado

Mobilidade

Moções

Mundo

Natal

Natureza em Foco

Noticia da Hora

Obras Publicas

Ocorrencias

Opinião

Parcerias

Partidos

Perigo

Pesquisas

Planejamento Urbano

Policia

Política

Previdência

Prisões

Produtos

Profissões

Publicidade

Resgate

Retrospectiva 2011

Roubo

Samae

Saúde

Saúde Públca

Segurança

Sensibilidade

Serviço

Serviços Públicos

Sindicatos

Sinistros

Sociais

Solidariedade

Tecnologia

Tempo

Terror

Trabalhista

Trabalho

Transito

Transito

Treinamento

Tributos

Turismo

Utilidade Publica

Vida

Zoobotanico

 
 
Copyright © 2010 - Todos os direitos reservados para Brusque Notícias Desenvolvido por Imoveisdebrusque.com.br