Twitter Facebook

Buscar
 
   
 
 
 

 

 

 

Esportes

11/07/2020 - 10:45h

Futebol na tv

  ********** matéria de Veja.com ************ A briga entre a Globo e os clubes pelos direitos de transmissão dos jogos********* “O senhor quer tirar 3 bilhões de reais da Globo?” A provocação, feita a Jair Bolsonaro no mês de maio, atraiu na hora a atenção do presidente, que não perde a chance de revelar seu incômodo com a emissora. A frase foi ouvida durante audiência em Brasília com os representantes dos dois maiores clubes do Rio, Flamengo e Vasco. ------------- No encontro, discutia-se uma alteração no artigo 42 da Lei Pelé, que o Poder Executivo realmente poria para andar dias depois, por meio de medida provisória. O item rege a quem cabe o chamado “direito de arena”, ou seja, quem tem a prerrogativa de negociar a transmissão de eventos esportivos, a principal fonte de renda dos grandes clubes brasileiros.---------------- Até o mês passado, vigorava o entendimento de que o interessado em promover a exibição de uma partida de futebol deveria ter a anuência das duas partes envolvidas: o time da casa e a equipe visitante. --------------- A MP editada por Bolsonaro incluiu no texto constitucional a palavra “mandante”, tirando a necessidade de acordo com a outra parte, o que mudou as regras do jogo (com ele em andamento, diga-se). Como consequência prática, o rubro-negro carioca se sentiu autorizado a passar em seu canal oficial no YouTube, a Fla TV, a partida contra o Boavista, no dia 1º de julho, que marcou a volta do futebol no Brasil depois de quase quatro meses de paralisação em decorrência da pandemia. Empoderado por Bolsonaro, o Flamengo não aceitou os 18 milhões de reais pagos aos grandes do Rio pela Globo e partiu para a briga. ------------ A transmissão feita pela internet atingiu uma audiência inédita para um evento esportivo: pico de 2,2 milhões de usuários simultâneos na live do rubro-negro, além da arrecadação de 900 000 reais com inserções publicitárias e 70% das doações feitas por seus torcedores na plataforma de vídeos do Google — 30% ficaram com o gigante de tecnologia.******* www.veja.com.br *********

 

 

 

 
 
 
 
 
 

Notícias

Abastecimento

Acidentes

Aconteceu

Administração

Alimentos

Anunciantes

Anuncios

Arte

Assitencia Social

Aventura

Bombeiros

Brasil

Camara

Câmara Federal e Senado

Campo

Capacitação

Cidadania

Cidadania

Cidades

Ciência

Clima/tempo

Coisas da Vida

Coluna

Comendas

Comercio

Comportamento

Comportamento

Comunicação

Comunicado

Comunidade

Congresso Nacional

Conhecimento

Consumidor

Corrupção

Covid-19

Crime

Cultura

Curiosidades

Datas

Defesa Civil

Desastres

Desenvolvimento

Destaques

Dicas

Diplomacia

Drogas

Ecologia

Economia

Educação

Eleições 2016

Emergencia

Energia

Ensino

Entidades

Entretenimento

Espaço do Leitor

Esportes

Estradas

Eventos

Fake News

Falecimento

Família

Fenarreco

Festas

Forças Armadas

Gente

Gente

Gente Famosa

Governo

Habitação

História

Imprensa

Informe

Infraestrutura/mobilidade

Intercâmbio

Internacional

Investigação

Investimentos

Jogos

Jornal

Jornalismo

Judiciário

Justiça

Lava Jato

Lazer

Legislação

Legislativo

Legislativo Guabiruba

Manifestações

Medicina

Meio Ambiente

Melhorias Urbanas

Mensagem

Mercado

Mobilidade

Moções

Mundo

Natal

Natureza em Foco

Obras Publicas

Ocorrencias

Opinião

Parcerias

Partidos

Perigo

Pesquisas

Planejamento Urbano

Policia

Política

Previdência

Prisões

Produtos

Profissões

Publicidade

Resgate

Retrospectiva 2011

Roubo

Samae

Saúde

Saúde Públca

Segurança

Sensibilidade

Serviço

Serviços Públicos

Sindicatos

Sinistros

Sociais

Solidariedade

Tecnologia

Tempo

Terror

Trabalhista

Trabalho

Transito

Transito

Treinamento

Tributos

Turismo

Utilidade Publica

Vida

Zoobotanico

 
 
Copyright © 2010 - Todos os direitos reservados para Brusque Notícias Desenvolvido por Imoveisdebrusque.com.br