Twitter Facebook

Buscar
 
   
 
 
 

 

 

 

Corrupção

29/07/2020 - 16:45h

Decisão de Toffoli Agrava Situação de Witzel na Alerj Por Impeachment

  **********Revista Veja********* A decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, que paralisou o processo de impeachment na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), agravou a situação política do governador Wilson Witzel (PSC), alvo de denúncias de corrupção na área da Saúde. Parlamentares ouvidos por VEJA afirmaram que recorrerão na próxima segunda-feira, quando termina o recesso Judiciário, contra a dissolução da comissão especial responsável pelo rito de afastamento ou não de Witzel. A estratégia é fazer com que o caso retorne às mãos do ministro Luiz Fux, relator original do pedido de Witzel para suspender a tentativa de destituí-lo do cargo. No entanto, deputados revelaram que só vão esperar cinco dias para Fux analisar a ação. Segundo eles, se o magistrado não se manifestar até o fim da semana que vem, uma nova comissão será criada imediatamente para não perder mais tempo.--------------- O clima na Alerj é de revolta com a paralisação dos trabalhos. Nesta quinta-feira, 30, terminaria o prazo para Wilson Witzel apresentar sua defesa. Em seguida, a Alerj teria mais cinco sessões para concluir o relatório final antes de ir à votação no plenário. Dos 70 deputados, 69 apoiaram a abertura do impeachment. Uma comissão, então, foi criada com 25 representantes de todos os partidos políticos. O governador, porém, argumentou no STF que o critério de proporcionalidade da representação de cada legenda não obedeceu a lei federal que trata do assunto. Mesmo com a vitória parcial de Witzel no Supremo, parlamentares acreditam que a relação com o governador se agrava.------------- “Todo o nosso trabalho está nulo temporariamente. O sentimento é de indignação. Recorremos da decisão do Toffoli porque poderiam dizer que algo, realmente, estava errado no processo. Por isso, recorremos. Só que, se o Fux demorar muito, vamos criar logo a nova comissão”, ressaltou o deputado Rodrigo Bacellar (Solidariedade), então relator da comissão especial interrompida pelo presidente do STF. “É um direito do Witzel procurar o Judiciário. Mas acho difícil alguma coisa mudar”, disse o presidente da Alerj, André Ceciliano (PT). Nos bastidores, a tendência até o momento é de que o impeachment seja aprovado*********íntegra da matéria em: www.veja.com.br    

 

 

 

 
 
 
 
 
 

Notícias

Abastecimento

Acidentes

Aconteceu

Administração

Alimentos

Anunciantes

Anuncios

Arte

Assitencia Social

Aventura

Bombeiros

Brasil

Camara

Câmara Federal e Senado

Campo

Capacitação

Cidadania

Cidadania

Cidades

Ciência

Clima/tempo

Coisas da Vida

Coluna

Comendas

Comercio

Comportamento

Comportamento

Comunicação

Comunicado

Comunidade

Congresso Nacional

Conhecimento

Consumidor

Corrupção

Covid-19

Crime

Cultura

Curiosidades

Datas

Defesa Civil

Desastres

Desenvolvimento

Destaques

Dicas

Diplomacia

Drogas

Ecologia

Economia

Educação

Eleições 2016

Emergencia

Energia

Ensino

Entidades

Entretenimento

Espaço do Leitor

Esportes

Estradas

Eventos

Fake News

Falecimento

Família

Fenarreco

Festas

Forças Armadas

Gente

Gente

Gente Famosa

Governo

Habitação

História

Imprensa

Informe

Infraestrutura/mobilidade

Intercâmbio

Internacional

Investigação

Investimentos

Jogos

Jornal

Jornalismo

Judiciário

Justiça

Lava Jato

Lazer

Legislação

Legislativo

Legislativo Guabiruba

Manifestações

Medicina

Meio Ambiente

Melhorias Urbanas

Mensagem

Mercado

Mobilidade

Moções

Mundo

Natal

Natureza em Foco

Noticia da Hora

Obras Publicas

Ocorrencias

Opinião

Parcerias

Partidos

Perigo

Pesquisas

Planejamento Urbano

Policia

Política

Previdência

Prisões

Produtos

Profissões

Publicidade

Resgate

Retrospectiva 2011

Roubo

Samae

Saúde

Saúde Públca

Segurança

Sensibilidade

Serviço

Serviços Públicos

Sindicatos

Sinistros

Sociais

Solidariedade

Tecnologia

Tempo

Terror

Trabalhista

Trabalho

Transito

Transito

Treinamento

Tributos

Turismo

Utilidade Publica

Vida

Zoobotanico

 
 
Copyright © 2010 - Todos os direitos reservados para Brusque Notícias Desenvolvido por Imoveisdebrusque.com.br